Carro azul escuro em alta velocidade indo para a direita, com fundo de céu azul claro com nuvens brancas

Dicas Suaves

Como fazer chupeta em carro? Veja o passo a passo

Publicado em
de
November
de
2022
Tempo de leitura
4
minutos

Como fazer chupeta em carro passo a passo e o que fazer após?

Fazer chupeta em carro é uma solução de último caso, para quando o motor do carro não liga ao dar a partida. 

Essa é uma daquelas situações constrangedoras que, infelizmente, podem acontecer devido ao fim da vida útil da bateria do carro ou mesmo quando algum dispositivo elétrico deu pane ou foi esquecido ligado. 

Nesse momento, é importante acionar o seguro. Se isso não for possível, a chupeta na bateria pode ser uma solução rápida para o problema. 

Aqui no blog da Justos você confere todas as dicas de como fazer chupeta em carro, tomando os devidos cuidados para realizar o procedimento. Vamos lá?

O que é dar chupeta no carro?

"Dar chupeta no carro" é a expressão utilizada para se referir a técnica de transferir a carga de um carro em bom funcionamento para o carro que está com a bateria descarregada por meio de cabos de transferência elétrica. 

A técnica ganhou esse nome, já que quando as baterias estão conectadas, a bateria descarregada “chupa” a carga da bateria boa, trazendo novamente a carga. 

Para realizar o procedimento corretamente, você precisará dos cabos de chupeta e da ajuda de um outro veículo que esteja com a bateria em bom estado.

Qual o nome certo para chupeta em carro?

O nome correto para chupeta em carro é transferência de carga, o que significa a troca de carga de uma bateria para a outra. 

Caso ocorra a transferência de carga, é importante primeiro checar se a bateria dos dois carros têm a mesma amperagem, para evitar outros problemas. 

Como fazer chupeta em carro?

Por se tratar de um processo que envolve energia elétrica, é necessário tomar alguns cuidados para evitar acidentes. 

Antes de iniciar a transferência de energia, certifique-se que não há objetos inflamáveis por perto e que não há vazamento na bateria. Caso identifique algum líquido vazando dentro do capô, aguarde a ajuda de um profissional especializado. 

Confira agora o passo a passo para fazer chupeta em carro:

1. Prepare os carros

Estacione o carro que irá fazer a transferência de carga a uma distância suficiente para que os cabos se conectem nas baterias, sem que os carros encostem um no outro. Uma das melhores maneiras é estacionar os carros frente a frente. Caso não seja possível, os carros podem parar lado a lado.

2. Desligue aparelhos elétricos

Desligue os aparelhos elétricos dos dois carros como: ar-condicionado, faróis, multimídia, entre outros, uma vez que esses componentes elétricos consomem bastante a energia da bateria. Além disso, esse passo é necessário para o carro que está com a bateria ruim, pois a bateria recarrega mais rápido com os aparelhos elétricos desligados.

3. Localize as baterias

A maioria dos carros possuem a bateria posicionada dentro do compartimento do motor, abaixo do capô.

Para você localiza-lás mais facilmente, as baterias, procure por dois pinos grossos na parte superior, onde já existem alguns cabos elétricos conectados. Esses são  os terminais de transmissão que vão receber os cabos.

4. Conecte os cabos

Com os cabos de chupeta em mãos, conecte primeiro o cabo positivo (vermelho) ao terminal positivo da bateria descarregada e depois no mesmo terminal da bateria com carga. Confira se as presilhas estão fixas para não correr o risco de se soltarem.

Agora, conecte o cabo negativo (preto) ao terminal negativo da bateria que está boa. Nesse momento o cabo está com energia, por isso não encoste no conector nem na pintura do carro. 

Por fim, conecte a outra ponta do cabo preto ao terminal negativo do carro que está sem bateria. 

É importante que essa ponta negativa do conectivo ligado ao carro sem bateria não esteja encostando em nada metálico, pois no momento da transmissão de energia podem ocorrer faíscas que podem gerar acidentes e danos à bateria.

Qual cabo ligar primeiro para fazer chupeta?

Para fazer a chupeta, comece conectando o cabo vermelho (positivo) ao pino de transferência positivo do carro com a bateria descarregada Em seguida, conecte ao pino positivo no carro do doador da bateria. Na hora de desconectar os cabos, comece sempre pelo último cabo colocado no pólo da bateria.

5. Gire a chave sem dar partida 

Primeiro, ligue o carro que está com a bateria carregada. Em seguida, gire a chave na ignição sem dar a partida no carro descarregado. Nesse momento, a bateria vai começar a carregar.

6. Aguarde

Sem dar a partida, deixe a bateria carregar um pouco. Para que o carro funcione novamente, é necessário que esteja com energia suficiente na bateria. Caso queira fazer um teste, acenda a luz interna de bordo. Se ela ligar e brilhar normalmente, sem variação de fase, a bateria já estará pronta para a partida. Caso contrário, continue aguardando.

7. Ligue o carro 

Ligue o carro. Geralmente, na primeira tentativa de transferência de energia entre os carros,  a bateria consegue carregar.Se ainda não funcionar, tente mais duas ou três vezes.  Se ainda não ligar, seja paciente e aguarde a bateria carregar por mais tempo.

8. Desconecte os cabos 

A chupeta no carro deu certo e é hora de desconectar os cabos! Nesse caso, o primeiro a ser retirado é o cabo preto que está ligado à bateria ruim. 

Depois, desconecte a outra parte do cabo preto e vermelho da bateria boa. E por fim, remova a ponta do cabo vermelho da bateria descarregada. Com os cabos desconectados, feche o capô e deixe o carro ligado por alguns minutos antes de seguir viagem.

O que fazer após a transferência de carga?

É recomendado que você vá ao mecânico para entender os motivos que levaram a bateria a descarregar. Muitas vezes, a bateria descarrega devido ao clima ou componentes elétricos acesos, mas também pode ser causado por problemas mais graves, como um alternador danificado. 

Além disso, a vida útil da bateria pode estar comprometida, já que dura em média de 3 anos, por isso é importante levar o carro ao mecânico para fazer as substituições, caso necessário. 

O que fazer se a chupeta não der certo?

Caso o carro não ligue depois da chupeta, verifique se os cabos estão conectados corretamente e faça uma nova tentativa, porém não insista muito. O ideal é 3 a 5 vezes para não danificar o carro.

Se ainda assim o carro não ligar, o condutor deverá acionar o seguro ou rebocar o carro até uma oficina mais próxima para que o problema na bateria seja avaliado e resolvido.

Vale lembrar que a chupeta em carro é um procedimento que só deve ser feito em último caso. Por isso, fique atento se a sua bateria voltar a apresentar problemas.

Como fazer chupeta em carro automático?

O procedimento de transferência de carga em carro automático é a mesma, feita com os cabos de energia positivos e negativos.

Porém, o que não pode ser feito é o famoso “pegar no tranco”, procedimento de emergência em que o condutor empurra o carro para que ele dê a partida novamente. Essa manobra causa sérios problemas em carros de câmbio automático, por isso nesse caso é necessário não forçar a bateria e rebocar o carro para a oficina mais próxima.

Perguntas frequentes sobre chupeta em carro

Bom, agora que você já sabe o passo a passo de como fazer a chupeta no carro, veja as principais dúvidas que podem surgir na hora de recarregar a bateria do carro e evite mais  problemas:

Quanto tempo os cabos devem ficar conectados?

Se a bateria estiver um pouco descarregada, uma transferência de carga já é suficiente para dar a partida no carro e seguir com a viagem.

Por isso, para que a bateria consiga recuperar sua energia, o carro precisa ficar ligado de 15 a 20  minutos após a chupeta, para que a bateria tenha energia suficiente para dar a próxima partida, evitando que o carro não funcione novamente. 

Chupeta estraga a bateria? 

Não. A transferência de carga não estraga a bateria, mas é importante tomar os devidos cuidados para não prejudicar o carro que irá fornecer a carga. Por isso, preste atenção para não errar os pólos de conexão do cabo de chupeta e mantenha o veículo com a bateria boa ligado e acelerando.

Pode fazer chupeta na chuva? 

Sim. Porém, é necessário tomar cuidados redobrados, uma vez que você irá operar um equipamento elétrico. Sendo assim, evite que a chuva caia diretamente sobre os conectores ou os pinos de recarga da bateria e, se possível, procure um abrigo para realizar o procedimento. 

Se ficar com dúvidas na hora de fazer a chupeta no carro, não hesite em acionar o seguro ou chamar mecânico de sua confiança. O procedimento é simples, mas deve ser feito com todos os cuidados necessários, e pessoas especializadas podem te dar mais informações sobre o estado real da bateria do carro. 

Os mais lidos

Cultura

Quer fazer parte do futuro dos seguros?

Nosso propósito é criar um mundo mais seguro e justo, tornando os seguros mais simples, rápidos e universalmente acessíveís.

Ver vagas